Entenda as mudanças do rotativo do cartão de crédito!

Neste mês de abril, haverá o fim do efeito bola de neve do cartão de crédito, com a mudança no crédito rotativo causador de grande parte do endividamento do povo brasileiro.  Ele ocorre ao realizar o pagamento mínimo da sua fatura. Assim, os bancos terão que oferecer outra modalidade de parcelamento de conta, com prazos e juros estabelecidos.

A principal crítica feita à forma atual de cobrança é que, com o tamanho dos juros, até saldos pequenos crescem de uma forma impagável. Os bancos anunciaram que,  com essa mudança, os juros irão variar de 0,99% a 9,99% ao mês.

Simulações realizadas indicam que,  pela antiga regra, uma dívida de R$ 2 mil parcelada em 18 meses, acabava no valor de R$ 5.874,48. Com a nova regra, com juros de 8% ao mês, chegará a R$ 3.841,20. Uma enorme diferença, que trará alívio para o bolso.  O novo modelo possibilitará uma grande redução de custo de financiamento, em torno de 46%.

Por enquanto, essas mudanças não garantirão que parcelar a fatura será uma boa escolha. Os juros do novo parcelamento superam valores médios de empréstimo pessoal, principalmente se comparados ao consignado ou ao empréstimo sob garantia.

Caso o consumidor utilize o prazo máximo de parcelamento, esta opção pode se tornar mais cara do que nas regras antigas, caso o rotativo fosse pago em um prazo mais curto. Isso porque, mesmo com a redução dos juros pela metade, a liquidação em prazo longo significa que mais juros serão pagos e mais cara ficará a conta ao final do acerto.

Novas taxas

Qual será o juro mensal do parcelamento após 30 dias de rotativo?
– Banco do Brasil: de 1,91% a 9,38%
– Itaú: de 0,99% a 8,90%
– Bradesco: não divulgado
Santander: de 2,99% a 9,99%
Banrisul: não divulgado
Caixa Federal: entre 3,3% e 9,9%

Diferença nas parcelas

Como fica uma dívida de R$ 800, em 6 meses?
Taxa anterior do rotativo (15% ao mês): parcela de R$ 211,39.
Total pago: R$ 1.268,34
Pela nova regra (8% ao mês): parcela de R$ 173,05.
Total pago: R$ 1.038,3

Como fica uma dívida de R$ 2 mil, em 18 meses?
Taxa anterior do rotativo
(15% ao mês): parcela de 326,36.
Total pago: R$ 5.874,48
Pela nova regra (8% ao mês): parcela de R$ 213,40.
Total pago: R$ 3.841,20

Como fica uma dívida de R$ 5 mil, em 24 meses
Taxa anterior do rotativo
(15% ao mês): parcela de R$ 777,15.
Total pago: R$ 18.651,60
Pela nova regra (8% ao mês): parcela de R$ 474,89.
Total pago: R$ 11.397,36