Os benefícios do cartão de crédito são imensos, sendo uma ferramenta para compras e pagamentos de fácil utilização e segura. Em função desta facilidade, segundo pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito, há em torno de 52 milhões de usuários.

Por outro lado, essa facilidade toda gera um risco, pois o uso incorreto dessa ferramenta proporcionará riscos para o consumidor, principalmente quando ocorre o famoso descontrole financeiro, pois muitos ainda não sabem o quão exorbitantemente altas que são as taxas de juros no crédito rotativo, que são os juros cobrados quando o usuário não consegue pagar 100% da despesa feita no cartão de crédito. Há também outras taxas, como a de anuidade e saque emergencial, que ao não serem pagas, gerará juros para o consumidor.

Assim, muitos brasileiros não conseguem pagar dívidas do cartão de crédito, o principal motivo para inclusão do nome no SPC. Existem saídas para essa situação, sendo que a principal é o uso consciente, ou seja, planejando seus gastos, obtendo um controle de toda sua movimentação do cartão, gastando somente o que pode, pagando as contas em dia e, caso não consiga, tente negociar com o banco uma forma de pagamento. Mas para quem já se perdeu na utilização, um bom caminho é uma ação revisional, que consiste na revisão da taxa de juros, da cobrança de juros sobre juros, tarifas e seguros.

Na ação revisional, o consumidor precisa buscar um advogado para iniciar uma ação de revisão dos valores legalmente, pois, nela deve-se contestar abusos, dentre outras práticas podem ser citadas ações abusivas, juros capitalizados e indexadores ilegais.

Já existem situações de obtenção de decisões favoráveis. Porém, para aumentar a chance de sucesso, é importante elaborar um laudo técnico, verificando as faturas dos últimos 5 anos, essa conta demonstrada matematicamente e reforçada com a apropriada base legal irá reduzir em muito sua dívida com os cartões de crédito.

Você também pode buscar em nosso site (triunfei.com) o cartão ideal para seu bolso com as menores taxas.